A área da saúde está em constante evolução tecnológica, com isso surge a necessidade da engenharia clínica, com a finalidade de fazer as transformações necessárias para que o hospital se adapte as novas tecnologias.

Manter um parque tecnológico hospitalar atualizado e em correto funcionamento exige muito trabalho, por isso a importância da função do engenheiro clínico para desenvolver as questões de melhorias na gestão hospitalar.

O engenheiro clínico acompanha as inovações tecnológicas que são utilizadas pra melhoria da saúde do paciente, atua especialmente na gestão de equipamento e infraestrutura, trabalhando em instituições de saúde como funcionário, mas também podendo prestar serviços como terceirizado.

A principal função do engenheiro clínico se relaciona a itens como supervisão, acompanhamento, inserção e avaliação das tecnologias em saúde através de manutenções preventivas e corretivas dos equipamentos, além de capacitação dos usuários que irão operar eles.

Por ser um profissional multidisciplinar, o engenheiro clínico tem que orientar os prestadores de serviço sobre o processo de integração no hospital, informando sobre as práticas e procedimentos da instituição, visando manter o padrão.

A engenharia clínica é tão importante que esses profissionais devem estar presentes desde a fase do projeto de construção do hospital. Nessa fase, o engenheiro clínico irá dizer os pré-requisitos para a instalação dos equipamentos e irá desenvolver os estudos para sua melhor otimização.

Como você pode ver é bastante ampla e complexa a atuação do engenheiro clínico dentro das instituições de saúde, desde o recebimento, a instalação e manutenção dos equipamentos tecnológicos até tarefas como capacitação dos funcionários. Por isso essa função é fundamental para hospitais que desejam se modernizar e estar com suas tecnologias atualizadas, otimizadas e em pleno funcionamento.